primavera

Como preparar seu imóvel para a primavera

A primavera chegou! E junto com a mudança de estação, também podem vir junto mudanças na decoração de seu lar. Com elas, você irá curtir muito melhor o sol, o calor, as flores e as cores primaveris.

“Abra a porta e a janela, e vem ver o sol nascer”

primavera
(Foto: Gpointstudio/Freepik)

Tire vantagem da temperatura amena. Abra portas e janelas para utilizar a luz natural dos dias mais longos. Isso vai aumentar a sofisticação do ambiente e diminuir sua conta de energia elétrica. Além disso, sua saúde será beneficiada, já que o sol é um dos maiores responsáveis pela produção de Vitamina D.

Alguns pequenos truques ajudam a valorizar a luz natural. O primeiro deles é o mais simples: limpe os vidros! Muita gente não se dá conta, mas as impurezas que ficam nas janelas prejudicam a entrada do sol. Outra pequena atitude é usar e abusar do branco ou outras cores claras, que irradiam a luz. Usar cortinas leves também ajudam na iluminação natural da peça. Ademais, espelhos aumentam a luminosidade do lar.

Para quem está disposto a adaptar o imóvel, estas são duas reformas certeiras: integrar ambientes e instalar clarabóias. No primeiro caso, a remoção de paredes auxilia na dispersão da luz natural, permitindo que os raios solares passeiem por cômodos maiores. No segundo caso, adotado especialmente em casas, as aberturas no teto aumentam a incidência de luz nas peças – além de deixá-las muito charmosas.

Organização de armários

(Foto: Anna Tarazevich/Pexels)

Se você é da turma dos que fazem troca de guarda-roupa, tome algumas precauções antes de acomodar casacos e cobertores nos armários. Deixe as peças estendidas um tempo antes de guardá-las para prevenir mofo e ácaros. Se necessário, lave-as previamente. E lembre-se que, quanto mais ventilado for o local em que elas ficarão, menor a chance de proliferação de fungos.

Aposente temporariamente também cobertores, tapetes pesados, mantas e capas de almofadas escuras. Aposte em tecidos leves e de tons claros ou terrosos (marrom, cáqui caramelo, mostarda, terracota, bege, areia, verde musgo). Considere estampas florais, inclusive para a roupa de cama.

Limpeza do ar condicionado

(Foto: Senivpetro/Freepik)

Aproveite que a temperatura está amena e faça a manutenção periódica dos aparelhos de ar condicionado. Esses equipamentos juntam muitas impurezas ao longo do tempo, especialmente no filtro de ar. Os fungos, vírus e bactérias proliferados por uma máquina suja podem causar problemas de saúde, especialmente alergias (que já são potencializadas naturalmente durante a primavera em função do pólen das flores, da temperatura e da umidade).

“Há flores em tudo que eu vejo”

(Foto: Jarmoluk/Pixabay)

É preciso honrar o título de estação mais florida do ano. Na primavera, faça de sua casa um jardim (mas, claro, com parcimônia). Plante flores ou prepare arranjos de plantas com diferentes tonalidades e tamanhos. Invista nos cachepôs para proteger os móveis ou o piso sobre os quais você vai colocar o vaso. Esses revestimentos valorizam a planta e contribuem para a decoração.

Mas atenção! A flor é um ser vivo que precisa de cuidados. Antes de comprar uma ou aceitar uma mudinha, descubra se ela está adequada ao local onde você pretende colocá-la. Confira abaixo uma lista de cinco flores que se adaptam bem dentro de casa:

A primavera entra em casa

primavera
(Foto: JillWellington/Pixabay)
  • – Antúrio: De cor marcante, essa pode florescer durante todo o ano, pois é considerada uma planta perene. Ela se acerta na meia-sombra e não gosta de sol direto. A rega pode ser feita duas vezes por semana.

  • – Begônia: Com possibilidade de florir o ano inteiro, prefere sol e muita luz. Necessita de proteção contra frio, chuva e vento, além de um vaso com bom sistema de drenagem. Seu solo não pode ficar nem seco nem encharcado. O tempo médio entre as regas é de três ou quatro dias.

  • – Gérbera: Planta pequena, da família dos girassóis, se adapta muito bem em vasos bem drenados com capacidade para três litros. Com ciclo de vida de aproximadamente dois anos, suas flores mais bonitas vê a partir da segunda florada.Planta de sol, sua posição ideal é próxima a janelas, pois também gosta de bastante ventilação. Ela prefere um solo mais seco, sendo suficiente a rega uma vez por semana. Somente em temperaturas muito altas, pode-se dobrar essa frequência.

  • – Orquídeas: Apesar de nem todas as espécies dessa família sobreviverem em ambientes fechados, a Phalaenopsis híbrida e a Cattleya híbrida o fazem. Evitar a incidência direta do sol e intercalar ciclos molhados e secos é importante para a planta. No caso de as raízes ficarem úmidas por muito tempo, podem contrair fungos difíceis de tratar. A ventilação também é importante.

  • – Violeta: Suas pétalas delicadas são muito populares. Essa pequena planta gosta de bastante luz, mas não de sol direto. Também são fãs de água e suas folhas perdem a vida quando estão com sede. Assim, o ideal é que sejam regadas uma vez por dia em períodos quentes, enquanto que para temperaturas mais baixas, uma vez a cada dois dias é suficiente.

Novo lar na primavera

Você busca uma casa ou apartamento para se mudar nesta primavera? Aperte aqui e fale com a Brandalise Imóveis. Teremos um enorme prazer em apresentar nossas opções de imóveis residenciais para comprar ou alugar!


primavera
(Foto: Freepik/Freepik)