principais tipos de armazenagem

Você sabe quais são os principais tipos de armazenagem?

Compreender os principais tipos de armazenagem deve fazer parte do processo logístico de toda empresa. Afinal, todas lidam diariamente com questões de estoque e espaço.


É por meio das técnicas de armazenagem que as empresas gerenciam melhor o espaço tridimensional de um local, colocando-o à disposição para guardar produtos e transportá-los de forma ágil, segura e adequada. 


Além disso, é importante saber que nem todo tipo de armazenagem funciona para todas as empresas. Uma organização consciente leva em consideração os diferenciais de cada tipo de armazenamento para o seu processo de fluxo logístico, gestão de estoque e administração de produtos, de modo a evitar desperdícios.


Os principais tipos de armazenagem e suas aplicações na indústria e comércio


A seguir, elencamos os principais tipos de armazenagem e suas indicações para comércios e indústrias. Fique atento e veja o que é melhor para o seu negócio e para as suas mercadorias!


1 – Armazenagem temporária


Como o próprio nome já diz, armazenagens temporárias são aquelas que têm um período de existência pré-definido. É comum que armações corridas sejam construídas e desmontadas conforme a necessidade da empresa.


Esse tipo de armazenagem é indicado para empresas e lojas que ainda não definiram sua sede ou onde devem manter seus estoques. Além disso, também podem servir para negócios itinerantes.


2 – Armazenagem permanente


Ao contrário da primeira, a armazenagem permanente tem um processo predefinido em um local próprio. Em outras palavras, é sempre nesse local que você acomodará seus estoques.

A armazenagem permanente tem um processo predefinido em um local próprio. Foto: Freepik.

É por meio do fluxo de material que a empresa determinará:


  • A disposição do armazém: critério de armazenagem;
  • A técnica de armazenagem: espaço físico no armazém;
  • Os acessórios do armazém;
  • A organização da armazenagem.

O mais indicado é que empresas grandes e já estabelecidas no mercado optem por esse tipo de armazenagem. Ela também é uma opção para empresas que já possuem sede fixa.


3 – Armazenagem própria


Aqui, o armazenamento é feito e administrado pela própria empresa. Pode ser temporário ou permanente. Não é obrigatório que o armazém esteja na sede fabril da companhia.


Os armazéns próprios são utilizados, principalmente, por empresas dos segmentos de metalmecânica, móveis, eletrônicos e automotivo.


4 – Armazenagem contratada


A armazenagem contratada, por sua vez, mescla vantagens da armazenagem própria e da armazenagem terceirizada. E sim, armazenagem contratada é diferente de armazenagem terceirizada.


Na armazenagem terceirizada, todo o processo é colocado à disposição de uma empresa especializada nesse segmento. Por outro lado, na armazenagem contratada, apenas o espaço físico é alugado de terceiros, deixando a administração com a empresa.


5 – Armazenagem terceirizada


O quinto e último tipo de armazenagem que apresentamos aqui é um dos mais utilizados no mercado atualmente, considerando empresas de todos os tipos e tamanhos.


Isso ocorre porque existe a vantagem de eliminar os desperdícios causados pelas falhas no processo de logística.


A armazenagem terceirizada faz parte da administração de toda e qualquer empresa que deseje diminuir seus custos com armazéns próprios e concentrar seu tempo – e dinheiro – em outros setores.


Como decidir pela opção ideal para a sua empresa?


1 – Mantenha todos os custos na ponta do lápis


Por mais que a armazenagem terceirizada seja a menos custosa, isso não quer dizer que ela é para o seu negócio. O único jeito de saber é colocando todas estimativas orçamentárias na ponta do lápis e traçando um bom planejamento comparativo.

É por meio das técnicas de armazenagem que as empresas gerenciam melhor o espaço tridimensional de um local, colocando-o à disposição para guardar produtos e transportá-los de forma ágil, segura e adequada.
É importante colocar toda estimativas orçamentárias na ponta do lápis. Foto: Freepik.

2 – Entenda o seu espaço de armazenamento


O espaço do seu armazém diz muito sobre o sistema que melhor combina com suas práticas. Pense sobre as formas de empilhamento de maneira a otimizar seu espaço.


Seria viável locomover-se com uma empilhadeira dentro do seu espaço? Qual é o volume máximo que pode ser estocado? Há espaço para implantar um sistema de carrossel até as áreas de trabalho?


Todas essas dúvidas devem ser respondidas antes de escolher um tipo de armazenagem.


Pronto para otimizar a gestão do seu estoque?


No nosso blog, trazemos outros conteúdos para auxiliá-lo a aprimorar a sua operação e fazer o melhor proveito do seu espaço de estoque e pavilhões. Focada no mercado imobiliário de Canoas, a Brandalise Imóveis conta com mais de 50 anos de experiência e expertise, e reúne uma equipe de consultores à disposição para atendê-lo. Entre em contato conosco e tire suas dúvidas sobre locações corporativas. Até a próxima!