layout de armazém

Tudo o que você precisa saber sobre layout de armazém

Se você é empresário e está pensando em alugar ou comprar um espaço para o armazenamento das suas mercadorias, está no lugar certo! Confira neste conteúdo como escolher o melhor layout de armazém para sua operação e muito mais. Nos acompanhe!

Para que serve o layout de armazém


Um layout bem planejado significa um fluxo logístico ágil para o seu negócio e o menor risco de perdas. Uma boa distribuição evita zonas e pontos de congestionamento no seu depósito. Também fica mais fácil determinar quais os meios necessários para obter mais velocidade de movimentação.

É no armazém ou no depósito que acontecem as seguintes etapas do processo logístico em uma empresa ou indústria:

  • – Processamento;
  • – Controle;
  • – Classificação das mercadorias;
  • – Identificação;
  • – Preparação e embalagem;
  • – Despacho dos pedidos para a etapa de transporte.

Independente do tamanho, a criação do layout de armazém de forma detalhada traz uma série de benefícios para o seu negócio. São eles:

  • – Maior aproveitamento do espaço;
  • – Facilitação da movimentação dos materiais;
  • – Aumento da produtividade;
  • – Economia de recursos;
  • – Agilidade na limpeza e na organização do espaço.

Tipos de armazenagem


Você pode optar por ter um depósito próprio ou terceirizar esse serviço, de acordo com o orçamento disponível e com a sua necessidade.

Confira os principais tipos de armazéns disponíveis no mercado:

– Armazenagem própria ou interna: o depósito é administrado pela própria empresa, esteja localizado na sede do negócio ou não;

– Armazenagem terceirizada: a empresa paga um valor para alugar o espaço e para remunerar a equipe que fará o gerenciamento do local. Há opções no mercado para empresas com estoques menores, como o self storage. Para quem precisa de espaços maiores, existem condomínios logísticos;

– Armazenagem temporária: o depósito tem um período pré-definido. É comum que armações corridas sejam construídas e desmontadas, conforme a necessidade da empresa. É um formato indicado para empresas e lojas que ainda não têm uma sede definida ou natureza itinerante;

– Armazenagem contratada: nesse caso, somente o espaço físico fica à disposição da empresa. É preciso contratar uma equipe própria para a gestão do espaço.

Como deve ser a estrutura


Para que o projeto do seu armazém seja bem-sucedido e você tenha um bom aproveitamento do espaço, conte com a orientação de um profissional. Ele pode ser um arquiteto ou um engenheiro.

É importante que o imóvel tenha um pé direito com mais de 8 metros de altura. O piso deve ter alta capacidade de resistência para a movimentação das mercadorias e dos equipamentos.

Dicas valiosas na criação do seu layout de armazém


– Os produtos mais populares e com maior saída devem ficar próximos dos pontos de entrada e saída do armazém, em uma altura acessível;

– Reserve as posições menos favoráveis para produtos com poucas vendas;

– Fique atento às características de armazenamento de cada produto, como temperatura, necessidade de proteção à luz, se precisa de alguma proteção extra, etc.;

– No momento de instalar as portas, fique atento para que não atrapalhem a passagem de operadores, mercadorias e equipamentos. Portas mal posicionadas bloqueiam a circulação, afetando o andamento da operação logística; 

– Invista na limpeza do armazém. A má conservação pode acarretar o descarte dos materiais;

– Verifique como será a movimentação dentro do armazém. A horizontal é feita por humanos e equipamentos. A vertical é feita por empilhadeiras ou transelevadores. A automatizada é feita de maneira remota;

– Use cores e outras formas de sinalização para diferenciar os espaços e onde estão armazenados os diferentes tipos de produtos;

– Defina algumas áreas específicas para guardar os equipamentos (empilhador manual, caminhões de empilhadeira, etc.). Evite deixar esses equipamentos no corredor, o que tornará o picking (processo de coleta das mercadorias) mais complicado. Isso também aumenta o risco de acidentes;

– Procure situar as áreas de carga e descarga no exterior do armazém, dispondo de espaço suficiente para a manobra dos veículos e circulação dos colaboradores;

– Por fim, faça uma avaliação desse espaço a cada três anos, ou de acordo com o crescimento da sua empresa. Pondere se o local ainda atende às necessidades do seu negócio.

Para saber como reduzir os custos no seu armazém, acesse o conteúdo Custos de armazenagem: veja dicas de como reduzir despesas no seu estoque

Medidas para aumentar a segurança do seu armazém


Como proprietário de um depósito ou armazém, você deve estar atento à segurança dos colaboradores. Em primeiro lugar, invista no treinamento de toda a equipe, não importa qual função o colaborador desempenhe. Todos devem ter uma conduta adequada para que as operações sejam realizadas sem riscos. 

As instruções devem incluir o manuseio de produtos, respeito à sinalização e qual a rota correta para carga e descarga. Explicar como realizar atendimento rápido em situações de emergência também é importante.

É necessário também adaptar o ambiente ao tipo de mercadoria que irá receber. Leve em conta qual o peso, dimensões e formas de empilhamento dos produtos. As estantes devem ser bem projetadas, devidamente fixadas e protegidas.

Também procure agrupar mercadorias que estejam soltas e afastar pilhas de produtos das paredes. Ainda, invista no controle de estoques e na identificação dos produtos para localizar itens mais facilmente, caso estejam em um local diferente do planejado.

Além disso, esteja atento aos sistemas elétricos, de iluminação e ventilação. Também confira o estado de conservação dos aparelhos usados para movimentação e transporte no armazém.

Encontre seu armazém na Brandalise 


Se você está procurando por um depósito ou armazém, entre em contato conosco! A Brandalise Imóveis tem mais de 50 anos de experiência e expertise no mercado imobiliário e reúne uma equipe de consultores à disposição para atendê-lo. Converse com os nossos consultores e tire suas dúvidas sobre locações corporativas!

layout de armazém
(Foto: aleksandarlittlewolf/ Freepik)